terça-feira, dezembro 15, 2009

It sounds like Christmas…




Daqui a uns meros 10 dias estaremos todos a comemorar o Natal. Sentadinhos em volta das nossas mesas cheias de guloseimas e salgadinhos que nos fazem perder a cabeça.

Eu adoro o Natal confesso. Adoro ver as ruas todas iluminadas, a azáfama das pessoas nos centros comerciais ou no comércio tradicional. A pressa de alguns que querem comprar as últimas prendas e a calma de outros que querem encontrar o presente perfeito. O Natal não é só prendas, é um facto, mas ninguém pode negar que é bom receber uma prenda ou outra. Ver aquele embrulho debaixo do pinheirinho com o nosso nome faz brotar em nós aquela criança que durante o ano está adormecida. Desejamos ardentemente que chegue a meia-noite para que possamos rasgar em mil pedacinhos aquele papel de embrulho colorido e ver o conteúdo. O que está lá dentro muitas vezes não interessa, não é muito importante. O seu valor monetário é irrelevante. O que o torna especial é sabermos que alguém se deu ao trabalho de procurar um presente para nós, algo que ele acha que vamos gostar.

Mas, mais engraçado que receber presentes é dar. Ver o brilho nos olhos, um sorriso rasgado na cara do outro quando acertamos naquela prenda especial que é a cara dele. É bom fazer os outros felizes, nem que seja por breves momentos.

No entanto, é óbvio que o Natal não é só presentes. É, antes disso, família, amor, carinho, paz e esperança. Esperança que a família continue sempre unida, que predomine o amor, a paz. E, especialmente, esperança num futuro melhor. O Natal tem uma aura diferente, uma alma que mais nenhuma das outras épocas festivas tem. Sem saber bem porquê as pessoas ficam mais felizes, mais solidárias, mais optimistas. Eu gosto disso! É aquela altura em que comemoramos o nascimento de Jesus. Um Homem que nos ensinou a amar sem restrições, que nos ensinou a aceitar as diferenças, a ser solidários, a ter valores e ideias e a lutar por eles sem medos. Um Homem que nos ensinou a ter esperança...

Eu sempre tive Natais felizes. Mas o meu sonho é conseguir, um dia, reunir toda a família no Natal. Pais, avós, tios, primos… Tudo! Ter a casa cheia de gente. Ver aquela confusão típica do Natal, a casa de pantanas e tudo o mais.

Em suma, sejam felizes. É Natal :)

Para a Fábrica de Letras.



7 comentários:

Silvia disse...

A magia do Natal são as crianças.
O sorriso delas .. o brilho no olhar por ver os presentes que eles tanto queriam ..
É tão bom *.*

Aninhas disse...

Silvia...

Isso é verdade :) Mas ate nós no Natal viramos crinaças :P

Bjx

Lia disse...

e eu toda feliz pq a minha prenda de natal foi uma cadelinha abandonada e pq vou poder estar c os meus pais...n é preciso mto p sermos felizes, pois n?

Olhos Dourados disse...

Adoro o Natal e revi-me no teu texto!

Aninhas disse...

Lia...

Não, não é :P

Bjx

****

Olhos Dourados...

Ainda bem :)

Bjx

Brown Eyes disse...

Pena é que ninguém siga os ensinamentos desse menino, dizem-se católicos mas são-no só no que convém. Nâo será?

Aninhas disse...

Brown Eyes...

Isso é verdade, infelizmente...

Bjx