quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Computer addicted…



“Estou computador desde que acordo até ao almoço, depois do almoço até ao jantar e depois de jantar até ir dormir.”

Ontem, numa qualquer reportagem, ouvi um miúdo com cerca de 7/8 anos dizer isto e, confesso, que fiquei preocupada. Então a criança em vez de ir brincar para o jardim ou para casa de um amigo, fica enfiado em casa todo o dia a jogar computador, só parando para comer? Lamento, mas há algo que aqui não está bem… Nem com o miúdo, nem com a educação que os pais lhe estão a dar.

Eu não sou especialista, mas as crianças desta idade devem sair, jogar á bola, socializar com outras crianças, de forma a construírem a sua personalidade e aprenderem a viver em sociedade. Afinal um ser humano não funciona sozinho. Até pode gostar de estar sozinho de vez em quando, mas sempre é impossível.

Eu passo horas ao computador, mas tenho motivos para isso. Ver as ofertas de emprego, espalhadas pela imensa panóplia de sites de recrutamento existentes, não é algo que se faça em alguns minutos. Pelo meio, também venho aqui ao blogue, pesquiso umas coisas do meu interesse, é verdade. Mas não deixo de sair para ficar no computador, não deixo de conviver.

Preocupam-me estas crianças que têm acesso às novas tecnologias desde tão tenra idade, sem qualquer controlo parental. Pelo que ouvi na dita reportagem, todas as crianças entrevistadas têm computador, com ligação à internet, no quarto e todas têm HI5, Facebook, Twiter, etc e tal. Na minha opinião, isto é potencialmente perigoso, pelo que redes sociais deste tipo, deviam estar vedadas a menores de idade. Como é que isto se poderia fazer não sei, até porque não sou especialista em informática, nem nada do género, mas parece-me boa ideia interditar estas redes a crianças.

Eu não estou inscrita em nenhuma rede social. Quer dizer, minto. Estou inscrita no HI5, mas a minha conta está, permanentemente, desactivada. E desactivei-a porquê? Simplesmente, porque via tanta utilidade naquilo, como vejo utilidade num aquecedor no meio do deserto, ou seja, nenhuma. Aquilo é mais uma disputa para ver quem tem mais “amigos” do que qualquer outra coisa. “Amigos” esses, na sua maioria, que não conhecemos, com quem nunca trocámos nem duas palavras, de quem não sabemos, rigorosamente, nada. Nem opiniões, nem traços de carácter. Nada!

Mas um adulto ter uma conta numa rede social é uma coisa, uma criança é outra totalmente diferente. Isto porque um adulto tem uma ideia de como funciona o mundo, é desconfiado e tem mais mecanismos de defesa. Uma criança, por ser lado, é mais crédula, mais ingénua, mas passível de ser enganada. O que pode acarretar graves problemas, trágicos na verdade. Não são raros os casos de crianças “seduzidas” por estranhos em redes sociais e chats, que acabam por desaparecer sem deixar rasto, deixando pais desesperados.

Ainda há pouco controlo por parte dos pais, e não só, daquilo que as crianças fazem quando estão no computador, ou das horas que passam à frente dele. E quando o computador está no quarto destas, o controlo é mínimo, ou nenhum.

 Eu não gostava de viver num mundo que em que as pessoas sejam autómatos, que não saibam socializar, conviver com outras pessoas. Que, simplesmente, não saiba viver!

15 comentários:

Olhos Dourados disse...

Hoje em dia as crianças só querem computador, playstation e televisão.

Aninhas disse...

Olhos Dourados...

Pois, infelizmente, é assim...

Bjx

Fénix disse...

LOL!
Engraçado... o "mesmo" post =D

Há pouco para comentar...já sabes tb o que penso relativamente a este tema =D

Kisses*
Fénix*

p.s.-Volta sempre que quiseres ao meu cantinho =)

Aninhas disse...

Fénix...

Publiquei-o... Depois fui dar umas vistas pelos bolgues e deparei-me com o teu texto... :)

Bjx

Dreamer Girl disse...

Por acaso, desde que nasci que sempre tive computadores, consolas e Tv's (o meu irmão mais velho tinha 14 anos quando eu nasci por isso ele ja tinha essas coisas todas). Mas nunca me interessaram e nunca passava mais que 5 minutos com estas tecnologias. A altura em que comecei mais a mexer em computadores foi com 12 anos porque tinhamos umas disciplina na escola que era informatica... e mesmo assim mal ligava o computador em casa... posso afirmar que só aos 14 anos comecei a mexer mais com tais "bichos tecnologicos"... e sou apologista de que as crianças só devem ter computador no quarto a partir dos 15 anos para evitar o descontrolo que os pais têm sobre a vida virtual dos filhos.

Aninhas disse...

Dreamer Girl...

Eu até sou mais radical...
PC no quarto só aos 18 anos... De resto, só na sala, de modo a que seja melhor supervisionado.

Bjx

Nadyta disse...

Realmente esta nova geração é preocupante :/

Ana disse...

olha amor adorei o teu post e digo-te esses pais estão a cometer erros terríveis com o seu filho. eu só deixo a minha filha ir ao pc uma meia hora no máximo e apenas ao fim de semana, nunca em dia de escola. ela até reclama mas passa-lhe rápido. realmente não percebo para que quer um miúdo pertencer a hi5's e facebook's se não tem noção da vida real, de quem poderá estar por trás do ecrã.. enfim, tanto querem ser modernos que exageram na dose e põem os miúdos completamente viciados desde tenra idade.... mesmo com o magalhães não vou deixar a minha jogar a torto e a direito, ou passar horas em frente ao mesmo. equilíbrio, meus amigos, equilíbrio!!!

eu pertenço a duas redes, hi5 - apenas para manter contacto com amigos e familiares, não aceito ninguém que não conheça - e facebook - este é mm por causa do farmville, vício, vício, vício!!!!!!! =D

Nês disse...

Considero-me um bocado viciada em internet :S
Mas já estive pior, actualmente já nem tenho conta de facebook que me ocupava muito tempo :D

Spiral Out disse...

Adoro a internet e passo bastante tempo no computador.. Mas nada de exageros, porque há vida lá fora, felizmente.. :)

Aninhas disse...

Nadyta...

Se é ... :s

Bjx

****

Ana...

E acho muito bem que eduques a tua menina assim :)

Pois, o farmville... :p Então e o Sims 3?

Bjx

****

Nês...

Eu também sou um pouco viciada, mas não deixo de viver por causa disso :)

Bjx

***

Spiral Out...

Felizmente mesmo :)

Bjx

Anne disse...

o sims 3??? nao tnh pc pa joga-lo... :/ :'(

Luz disse...

Infelizmente, cada vez mais as crianças só pensam em computador e jogos e playstation. Já quase que nascem com telemóvel incluído e tudo!

***

Pinkk Candy disse...

também acho deveras preocupante, e com o meu menino, que está quase com 16 meses, ainda é cedo para me preocupar, mas já pensei que não o vou andar deixar sozinho num pc.
mas as coisas evoluem de uma tal maneira, que não sabemos o que existirá quando ele tiver idade para andar no pc, não é mesmo?!

xoxo

Maria disse...

Ha miudos que nas ferias escolares a vida deles e essa.. Ate arrepia.. Em que adultos se irao tornar ?