quinta-feira, abril 22, 2010

Vamos lá saber as vossas opiniões, sim?


"A burca não tem lugar em França. (...) A burca não é um símbolo religioso, é um símbolo da subjugação, da subjugação das mulheres. Quero dizer solenemente que não será bem-recebida em nosso território." - Sarkozy

E vocês o que acham? Acham legitimo que um país dito democrático e laico tem o direito de proibir um costume e um preceito inerente a uma determinada religião? Ou, antes pelo contrário, não encaram isto como desrespeito a um costume, mas antes, uma tentativa de proteger a dignidade da mulher?

Vá lá. Não sejam tímidos. Quero saber as vossas opiniões. Depois de as ler com atenção, irei, num futuro post dar a minha. Toca a encher a caixa de comentários com os vossos pontos de vista. A favor ou contra e o porquê!!! Fico à espera.

17 comentários:

Lia disse...

já uma vez fiz um trabalho sobre isto, numa formação em "igualdade de oportunidades". Há mulheres que não consideram a burca como simbolo de subjugação, mas sim como forma de manter a sua cultura viva! Para mim, não faz sentido que ninguém seja proibido, nem obrigado, a usar algo com que se identifique!

Aninhas disse...

Lia...

Obrigado pela opinião :)

Bjx

Anne disse...

concordo com o Sarkozy, na medida em que as mulheres que não consideram a burca como símbolo de subjugação foram educadas a pensar assim logo não conhecem nenhuma outra realidade. já para não falar das milhares de mulheres que a usam e não a suportam mas são obrigadas a usar. É claro que nada é assim tão linear e se começamos a desrespeitar outras culturas não podemos esperar que respeitem a nossa.
O problema está mesmo na imposição. se a burca for imposta, sou contra. por outro lado se for uma escolha pessoal sem qualquer imposição não tenho nada contra.
outro factor hoje em dia é o factor segurança e, nesse ponto, acho que devia ser proibida pois nunca sabemos o que está por baixo da mesma.
bjs

Aninhas disse...

Anne...

Agradeci pelo teu ponto de vista. :P Eu cá só expresso o meu depois.

Bjx

Olhos Dourados disse...

Não sei, quem sou eu para opinar sobre um costume que não me diz absolutamente nada?
Isso para mim é a mesma coisa que andar na rua mascarado. Se uma mulher entrasse assim numa ourivesaria eu pensava logo que a ia assaltar!! LOL

Mas também é assim, quando nós vamos para os países deles temos de cumprir as regras deles e andar com a cabeça coberta, porque é que eles não têm de cumprir as regras também nos países dos outros? Se não gostam têm bem remédio.

Aninhas disse...

Olhos Dourados...

Não sei se as coisas podem ser assim tão lineares... :)

Bjx

S* disse...

No entanto, coitadas das mulheres, é ridículo andarem tapadas.

S* disse...

Não me parece que usarem burca vá interferir na felicidade dos outros. Caso contrário, os católicos também não deveriam andar de colares com cruzes. ;)

Aninhas disse...

S*...

Pois... As duas faces da mesma moeda.

Bjx

Olhos Dourados disse...

Eu sei, que podem não ser assim tão lineares, mas pronto, é a minha opinião. E também concordo com a Anne, relativamente à segurança, nunca sabemos quem está ao nosso lado. Pessoalmente isso assusta-me.

Aninhas disse...

Olhos Dourados...

Eu respeito a tua opinião. :) Mas só dou a minha depois.

Bjx

Saga disse...

Primeiro que tudo, concordo com a finalidade da medida que foi evidenciada da seguinte forma:

"A burca não é um símbolo religioso, é um símbolo da subjugação, da subjugação das mulheres."

Nesse aspecto, penso que é uma medida salutar, pois vivemos no século XXI e a França, como país moderno, livre e democrático que é, não pactua com medievalismos sociais.
Porém, as coisas mudam quando se obriga as pessoas a alterarem os seus costumes e aquilo em que acreditam. E existem mulheres com estas práticas tão assimiladas que talvez se sintam desrespeitadas com esta decisão. Talvez uma comunidade inteira se sinta desautorizada.
O conceito de liberdade sofre, então, um volte face, já que esta medida pode ser encarada como um impedimento das pessoas serem como querem e gostam.
Depois, é claro que esta tomada de posição também pode originar confrontos entre religiões, pode acentuar despiques extremistas, enfim, muitas quezílias.
Por isso, mostro-me dividido, mas entendo a ideia da França, segundo as declarações do presidente Sarkozy.

P.S.: Boa ideia era mesmo a Carla Bruni usar a burca. Just saying... :p

**

Aninhas disse...

Saga...

Feia como ela está agora... Nem era má ideia :P

Bjx

Hyndra disse...

Tudo o que diz respeito a culturas de países tem muito que se lhe diga. Por mais absurdo que a nós, ocidentais pareça isso da burka, tem que se ver aquilo no contexto em que está inserido. Um pouco como a declaração dos direitos humanos, feita por ocidentais e que não se adequa nem um pouco à grande parte dos países do mundo!

Eu concordo que quem quer, deve ter o direito de usar e que o ideal seria que quem não quer não as usasse.

Aninhas disse...

Hyndra...

Obrigado por deixares o teu ponto de vista. :)

Bjx

Nadyta disse...

Quando se mistura religião e politica nunca dá certo, isto porque sou da opinião que não cabe a ninguém proibir o que para muitos é um símbolo de fé e de costume.

Já há mulheres que por si decidiram deixar de usar burca por isso acho que deve ser uma decisão da própria pessoa, mas claro é complicado.

Anónimo disse...

Eu acredito que a parte de decidir ou não seja das mulheres, mas isto tem que ser no país delas. Quando viajamos para outros paises temos que nos submeter as regras daquele país. Neste caso não é costume da frança, então na minha opinião não devem aceitar mesmo não. Um exemplo bem simples, para simplificar é encarar como nossa casa, as pessoas não podem chegar na nossa casa e fazer o que querem nem tudo gostaremos e teremos que falar e as pessoas terão que aceitar, caso contrário procurar outro lugar, as coisas funcionam assim.
Não sei o sentido de tirar uma foto coberta das cabeças aos pés, foto pra mim significa registrar nossa passgem no tempo. E neste caso o que eles registram? Tecidos gastos?... SInceramente sou contra...