terça-feira, junho 08, 2010

Outra coisa que detesto... # 18


Quando, ao ver anúncios de emprego, na internet ou em jornais, me deparo com requisitos que, a meu ver, são a coisa mais idiota do mundo. A juntar àqueles que colocam como requisitos de admisão terem carta e carro próprio (como se todas as pessoas fossem ricas e pudessem ter carta e carro), a viver num determinado sítio (como se nós não estivessemos disponiveis a ir viver para outro local), junta-se agora o ser licenciado numa universidade de prestígio.

Mas serei só eu que acho que isto devia ser proibido? Já perdi a conta a candidaturas que não enviei (ou que enviei e não obtive qualquer feedback) porque pediam alguém com carro próprio ou alguém que vivesse naquele determinado sítio. É que já nem falo na experiência profissiona que alguns exigem... Aquelas condicionantes já não eram suficientes, por isso toca a juntar mais uma à festa. Como se ter andado numa universidade de renome seja sinónimo de responsabilidade, organização, profissionalismo ou pro-actividade.

Traduzindo por míudos, um gajo ou uma gaja qualquer, que tivesse estudado na Universidade do Porto ou Coimbra, iria passar à minha frente no processo de recrutamento, visto eu não ter estudado numa faculdade prestigiante, segundo os seus critérios, mesmo que eu tivesse um média final de 18 e ele/ela de 12 e eu demonstrasse uma maior vontade de aprender. É bom saber! É bom saber que a faculdade interessa mais que a personalidade e carácter do candidato.

Depois admirem-se que eu diga que tenho vergonha deste país e ser portuguesa... Admirem-se!

3 comentários:

Saga disse...

E, já agora, não pedem que o curso tenha sido tirado a um domingo?

**

Aninhas disse...

Saga...

Até agora não vi nenhum, mas nunca se sabe.

Bjx

Denise Luz disse...

Dessa não sabia!
Sim senhora, mais algo ridículo que acontece neste país!

Olha, eu já estou numa de nem querer apoiar a selecção! eheh

**