terça-feira, fevereiro 22, 2011

...


Hoje soube que faleceu a mãe de uma antiga colega minha do secundário. A senhora era amorosa. Trabalhava na cantiga da escola e de vez em quando deixava-nos ir lá comer as sobremesas que sobravam do almoço. Das funcionárias, é aquela de que me lembro mais nitidamente e mais frequentemente.

A filha, no entanto, não lhe ligava nenhuma. Mal chegava à escola separava-se dela. Respondia-lhe mal, de maneira torta. Sempre achei que ela tinha vergonha da mãe, por esta trabalhar na cantina da escola. Nunca percebi o porquê. Era um trabalho honesto como outro qualquer. Era com o suor dele que sustentava os filhos, incluindo a minha colega. Mas parece que isso não interessava...

Fiquei a saber que essa relação nunca chegou a melhorar. Desde que terminou o secundário essa minha colega não mais quis saber da mãe. "Eu pensei que ela estava em Lisboa, mas não... Está aqui na zona e nunca se viu por lá a visitar a mãe. Nunca.", disseram-me hoje.

Fiquei impressionada e triste...

5 comentários:

Sílvia Maria disse...

Há pessoas que não dão valor aos seres humanos que as rodeiam, mas também não serão pessoas fáceis de amar. Lamento pela senhora, infelizmente é algo que nos espera a todos, bons ou maus. É pena que tenha parido uma rapariga tão insensível...

BlueBlood disse...

Apesar de não conhecer nem a senhora nem a filha, fiquei triste :/

A minha mãe sempre trabalhou na cantina da escola onde eu andei do 1º até ao 9º ano! E nunca tive vergonha disso!

Mas também nunca me deixei afectar por comentários mais depreciativos! Todos os intervalos ia lá buscar o lanche, sem vergonha nenhuma! Muito melhor que ter de ir para a fila do bar :D

Nokas disse...

Isso é muito triste...infelizmente agora é tarde demais para a aproximação!

Lu! disse...

É de lamentar...

Roxanne disse...

tenho pena dessa tua colega.