sábado, julho 18, 2009

Fico possessa com coisas destas...




Eu nem era para falar disto, pois já vi este tema noutro blogue mas, sinceramente, não consegui resistir uma vez que este é um assunto que realmente mexe comigo: a discrimanação com base na orientação sexual de cada um.

Não é novidade nenhuma que a homossexualidade já existe há muito tempo, que vem desde o tempo dos Romanos, senão mesmo antes. No entanto, em pleno século XXI, a homossexualidade ainda é vista como uma doença (como falei
aqui), muitas vezes contagiosa. Grande parte dos homossexuais têm medo de se assumir enquanto tal, devido às consequências que tal acto acarreta: afastamento dos familiares, perda de emprego, entre outros.

Como se isso não bastasse agora é o próprio Ministério da Saúde que os discrimina. A partir de agora os homossexuais masculinos não podem doar sangue. Este Ministério explica «que os potenciais dadores não têm comportamentos de risco que, em termos objectivos e cientificamente comprovados, podem constituir uma ameaça à saúde e à vida dos potenciais beneficiários». Esta necessidade, sublinha o Ministério, «leva à exclusão dos dadores masculinos que declarem ter tido relações homossexuais». (ver notícia aqui) Pergunto: mas desde quando é que só os homossexuais têm comportamentos de risco?

Desculpem lá, mas aqui parece-me que há aqui mais discriminação do preocupação com a saúde. Que eu saiba, quando se doa sangue, ou recebe, este é submetido a testes ou não? E mesmo que não seja, se o Ministério acha que os homossexuais são um grupo de risco que tal começar a fazê-los (testes ao sangue digo)? Não me parece que esta decisão de simplesmente irradicar os homossexuais das doações de sangue seja a mais correcta. O sangue deles não é pior que o dos heterossexuais, é igual, vermelho.

Falando em comportamentos de risco, se calhar até há mais promiscuidade nas relações dos heterossexuais, não sei. Estou somente a especular. A Sida, a Hepatite não são doenças exclusivas dos homossexuais, muito pelo contrário! Quantas e quantas vezes não vemos casos de mulheres ou homens que têm Sida, graças ao marido que foi as pu***, ou à mulher que andava com uns e com outros? Imensas vezes...

Quando se trata deste assunto, nem consigo falar como deve ser. Fico toda atrapalhada tal é a avalanche de parvoíces que já ouvi em relação a este assunto. Por isso fico-me por aqui, esperando as vossas opiniões.

7 comentários:

Nês disse...

Ainda me choco com estas mentalidades! Sinceramente, querem uma mente mais aberta com menos discriminação e depois existem estas atitudes! Isto revolta-me, oh minha gente ainda parece que vivemos nos tempos dos nossos avós!
Estou totalmente de acordo contigo, ainda este ano fui assistir uma palestra sobre os GLBT (gays, lésbicas, bis e transexuais) que por acaso se falou em serem iguais ás outras pessoas e terem os mesmos direitos, mas só não percebo porque lhe deram esse nome de LGBT se no fundo são iguais, desta maneira estão a trata-los de maneira diferente.

bjnh

Aninhas disse...

Nês...

Pois é... Eu também não percebo!!! Este é um daqueles assuntos que mexem com o meu sistema nervoso... Quando ouço alguém a dizer parvoíces acerca da homossexualidade só me apetece mandar a pessoas para um sítio que eu cá sei mas enfim...

Bjx

Nês disse...

Ah mais sempre me deixa mais feliz a tua atitude e de mais gente que não vê isto com uma doença...escolha, é so uma escolha diferente do normal, que agora até já é muito comum...tenho amigas minhas que são e até amigos

Rosie Dunne disse...

não tenho nadinha contra eles. são pessoas como nós, mas que apenas se interessam por outras do mesmo sexo.
há com cada mentalidade sobre este assunto!..

beijinho

Dina disse...

Não penso que será uma atitude discriminatória recusar dadores com comportamentos de risco. Quem tem mais do que um parceiro, quem mudou de parceiro nos últimos 3 meses, etc. também não pode dar sangue. E está comprovado que sexo anal é um comportamento de risco que potencia inúmeras doenças... Sou contra a discriminação mas temos que tentar distinguir as coisas. O Ministério zela pela saúde de todos, só isso.

Aninhas disse...

Dina...

Mas os comportamentos de risco não são exclusivo dos homossexuais... Muitos heteros têm comportamentos de risco, imensos... E isso não os impede de doarem sangue! Um doador de sangue tem que ser submetido a testes para atestar a qualidade do mesmo. Então porque impedir os homossexuais de doarem sangue?
Não vejo aqui nenhuma lógica... Lamento!!!

Bjx

Dina disse...

Ana, oficialmente, antes de dar sangue, o técnico de sáude deverá averiguar comportamentos de risco em heterosexuais. E caso se verifiquem alguns, também serão proibidos de dar sangue. Mas tb sei, que muitas vezes essas perguntas não são feitas...