quinta-feira, setembro 17, 2009

Direito de resposta e revolta…


Eu não sou uma pessoa com muitas posses. Nunca fui. Nem eu nem a minha mãe. A minha mãe e o meu pai divorciaram-se há muito tempo e por razões que não vale a pena mencionar neste blogue, as relações com este último foram quebradas.

Foi a minha mãe, com os recursos que tinha, que não são muitos, pois não ganha nenhuma fortuna de ordenado que me pagou a faculdade, e todas as despesas que isso implica (como alojamento, transportes, livros, fotocópias, portátil, etc), carta de condução e continua a dar-me dinheiro sempre que preciso.

Aos 24 anos ainda depender da mãe… Se me incomoda? Mais do que possam imaginar. Sinto um nó na garganta só de pensar nisso. Não gosto de o fazer e evito-o o máximo possível. Já me sustentou durante tanto tempo que não me parece justo que o faça, tendo eu já o diploma na mão.

Desengane-se quem pensa que estou em casa a ver televisão ou a ver os carros passarem porque quero. Já perdi a conta aos CV´s que enviei, às negas que levei, às entrevistas que não deram em nada. Desengane-se quem pensa que só me candidato a ofertas na minha área de estudo… Já enviei candidaturas para a Bertrand, Fnac, lojas de shopping, para cargos de administrativa, escriturária, etc… Não tenho vergonha nenhuma de o dizer, mas até agora não me deram uma oportunidade.

Vou baixar os braços apesar disso? Não, não vou. Ontem foi um dia mau? Foi. Toda as pessoas tem um, mais do que uma vez na vida. Ontem foi a minha vez… Vou continuar a lutar? Claro que vou. Quero o meu lugar, quero o meu espaço, quero a minha independência.

Mas, por favor não me digam o que devo fazer. Não me digam que tenho que ir ali, que tenho que tirar aquela ou aqueloutra formação. Não insultem a minha inteligência, não me tomem por parva ou tontinha que não sabe o que deve ou tem que fazer. Não julguem a minha vida pela dos outros. Detesto isso!

Detesto que pensem que por fulano ou sicrano terem determinadas possibilidades, todos as têm.

Errado! Nem todos têm as mesmas possibilidades minha gente. Há pessoas que têm possibilidades para fazer Mestrado, por exemplo, outras não têm. Há pessoas que tem possibilidades de passar férias em Marrocos, outros não têm. Tudo isto se resume a dinheiro, é um facto!

O dinheiro não compra a felicidade, mas compra muitas outras coisas. Formação, por exemplo, não se faz sem dinheiro. Formações custam dinheiro, cursos custam dinheiro, CAP’s custam dinheiro, mestrados custam dinheiro. Tudo custa dinheiro, e como são poucos os apoios, grande parte deste sai dos nossos bolsos ou dos bolsos dos nossos pais. O pior é que muitas vezes o dinheiro nos bolsos não é suficiente e, por mais que queiramos determinada coisa, não a podemos ter. Lamento, mas é assim que o mundo funciona…

Nem todos têm o mesmo número de zeros na conta bancária…

P.S. – Meus queridos seguidores, este post não dirigido a nenhum de vocês mas antes a quem me deu nos nervos.

Agradeço todos os comentários de força que me deixaram… Foram todos do mais querido possível e imaginário :-) Um beijo muito grande a todos.

23 comentários:

suspiro de baunilha disse...

Sabes eu tb passei por isso e ainda não tenho trabalho estável, muito menos na área em que me formei! E apesar de já receber o meu dinheirinho ainda dependo dos meus pais! Isso que dizes é verdade nem todos têm as mesmas oportunidades nem muitos zeros na conta bancária! Isso tornava as coisas mais fáceis! Mas assim quando conseguires vai ter um gostinho especial sem dúvida... eu tb já me senti revoltada muitas vezes, sem vontade de sair da cama porque não tinha nada para fazer, não tinha objectivos, não tinha vontade de nada! Mas um dia vais conseguir... Muita força! Que é mesmo preciso! Beijocas

Anne disse...

olha querida, tnh 25 anos mas ainda hoje dependo de muito gente. como sabes tnh uma menina de 6 anos, isso atrasou-me um pouco a vida e só o ano passado entrei para a universidade. não consigo trabalhar e estudar ao mesmo tempo porque tnh uma casa e uma filha para criar e não tnh tempo para tudo. consequência? o meu Z* tem de sacrificar o dobro, assim como a minha sogra e os meus pais, que me ajudam todos os meses, tudo para eu acabar o curso. sei bem o que é procurar emprego e não conseguir. sei bem o que sentes ao depender da tua mãe. eu posso não morar com a minha mas dependeo dela. e de todos os outros. com a blosa pago as propinas mas e o resto? necessidades normais da minha filha, da minha família... tudo em espera, para eu acabar o meu curso. deves imaginar como me sinto ao depender de todos os que me rodeiam. todos os dias penso em desistir e ir trabalhar mas e depois o meu futuro? tem calma, sei bem o que estás a passar mas pensa que é só uma fase. logo logo vais conseguir arranjar um trabalhinho, nem que seja para te sustentares e aliviares a carag à tua mãe. e nunca, nunca te sintas mal por não conseguires trabalhar. Isso não é culpa tua e de certeza que a tua mãe não te vai cobrar nada.
beijinhos.

Daniela disse...

Eu ainda estou a estudar e já me faz imensa confusão depender dos meus pais. Acabo a licenciatura este ano mas vou ter de tirar Mestrado para poder exercer a profissão, ou seja, vou ser mais dois anos a depender do dinheiro deles :/

Vais ver que em breve consegues, depois de tanto tentares tens de ter uma recompensa!
Força!

beijinho

Dina disse...

Confissões cruas mas tão verdadeiras. Tens total razão quando dizes que mta coisa se resuma a isso: dinheiro! Espero que te dêem em breve uma oportunidade porque é merecida ;) Bjinhos com mt força...

Nadyta disse...

Pois infelizmente Portugal é assim mesmo, mas va esperança, hás-de encontrar o teu lugar ao sol :D

Beijinhos e muita força :)

Olhos Dourados disse...

Pois, eu sei bem o que isso é, porque tambem passei por isso!

Aninhas disse...

Suspiro de baunilha...

Está cada vez mais difícil começar uma vida neste país não é? Este é um problema e uma angústia comum a todos nós jovens... Infelizmente!

Mas é preciso ter fé não é? :-)

Bjx

****

Anne...

Si, eu sei!!! Ninguém tem uma vida fácil... Como disse, infelizmente, a maior parte de nós não tem uma conta recheada não é?

O problema deste post surgiu por alguém me dizer faz isto, faz aquilo, tira esta formação, tira aquela... Como se fosse assim tão fácil, como se eu ou a minha mãe tivessemos dinheiro aos pontapés. Simplesmente enerva-me que as pessoas julgem que por elas poderem fazer coisas, todos os outros podem... Há que cair no real e ver que nem todos têm as mesmas possibilidades né?

Obrigada pela força... E eu sei, que tu também vais ver o teu sacrificio o estudo recompensado... Todos temos direito ao nosso pedacinho de ceú! :-)

Bjx

****

Daniela...

Como diz a minha mãe: o diabo um dia tem que sair detrás da porta :-p

Bjx

****

Dina...

Infelizmente é assim... Para muita coisa neste mundo é preciso dinheiro. Para estudos então é precisa uma autêntica fortuna...

Obrigada pela força :-p

Bjx

****

Nadyta...

Espero que sim :-)

Bjx

****

Olhos Dourados...

Acho que todos os jovens passam ou passaram...

Bjx

Maria disse...

Querermos atingir determinados objectivos, e não nos deixarem é frustrante.. Mas há que pensar que mais cedo ou mais tarde vamos conseguir, e vamos "Ser alguém"..

Mas não me venham dizer que o dinheiro não faz milagres, porque faz...!

Beijinho.

Aninhas disse...

Maria...

É claro que faz... Para os estudos, por exemplo, é necessária uma pequena fortuna...

Bjx

Asiram disse...

Pois eu sei o k é isso, eu ainda estudo, faltam me 2 anos de curso contando com este.....e sei o que é pedir dinheiro aos pais e ver que a eles custa dar mas eles dãoi sempre de bom grado.....foi por isso que fui trabalhar no verão este ano e vou para o ano k vem para eu fazer a minha tese lá fora...eu desejo te muita força e muita sorte para arranjares emprego!!!



bjux

Gabi disse...

Linda, boa SORTE...Eu sei que é muito complicado e concordo com tudo o que foi dito...não vou estar a repetir...só vim deixar-te um beijinho e deixar a esperança que brevemente as coisas mudem...Tu sabes que eu torço por ti...Tudo de bom, 'miga.
Beijinhos

Saga disse...

Eu podia fazer como as outras pessoas que dizem para teres fé e esperança, que um dia tudo vai melhorar. Mas é essa fé, esse acreditar nas coisas que vai dando cabo de nós. Por isso, aconselhava-te a fazeres como eu: não ter esperança nenhuma, não acreditar em nada e fazer da fé um simples termo da nossa língua. Se, eventualmente, um dia aparecer alguma coisa, poderei dizer: "Não estava nada à espera!". E ficarei feliz! Aí sim, irei buscar a fé,a esperança, a crença e a vontade para desempenhar a minha função da melhor forma.

**

Aninhas disse...

Asiram...

Obrigado pelas palavras... :-)

Bjx

****

Gabi...

Por onde andas miúda que nuncas mais soube de ti? :-p

Bjx

****

Saga...

É uma perspectiva... Mas eu prefiro continuar a ter esperança :-p

Bjx

Swadharma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aninhas disse...

Swadharma...

Obrigada pela dica :-p

Mete-me um pouco de confusão não haver mais apoios aos jovens neste país. Até mesmo para estudar... As bolsas não são nada por aí além... E muitas vezes, o dinheiro das mesmas é muito mal distribuido...

Faz-me confusão que muitos de nós tenham que ir para fora para ganhar algum dinheiro, pois no nosso paqueno país à beira-mar plantado as oportunidades escasseiam...

Mas enfim... Continuar a tentar :-)

Bjx

Swadharma disse...

Sim... mas em Viseu [e haverá quem discorde] é puro sectarismo. Eu conheço pessoas que entram na JSD e conseguem passar à frente de outros mais competentes!
Não quer dizer que seja exclusivo do PSD e de Viseu, mas a CMV parece uma empresa familiar!!
É um exagero...
E sim, estamos muito mal no que toca a emprego/trabalho! Só falta pagar para trabalhar!

****

Aninhas disse...

Swadharma...

Se fosse no na CM de Viseu :-p Aqui no concelho onde eu moro é a mesma coisa... Quando vais ver são todos parentes uns dos outros. Uns mais afastsdos que outros, mas todos parentes... Ou então estão lá por cunha...

E não me venham dizer que nas CM não é preciso cunha. Em 90% dos casos é assim que funciona...

Bjx

Swadharma disse...

Sim... acredito que se passe em todos os sitios, com todos os partidos, massssss... na nossa CMV é demais!
Por isso é que ficaram bem colocados numa lista de "Melhor Empresa Para Se Trabalhar" que saiu no jornal... é que em família trabalha-se melhor =P

*

Aninhas disse...

Swadharma...

Olha que essa não sabia... Melhor Empresa Para Se Trabalhar... :-D

Olha nem sei que diga... :-p

Bjx

Swadharma disse...

É que foi a única CM do país, lol ;)

http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viseu&Concelho=Viseu&Option=Interior&content_id=1123066

ou

http://madeinviseu.blogspot.com/2009/02/cmv-distinguida.html

Ahhh, e o Ruas ganhou o prémio 'Autarca do Ano'.
O prémio foi atribuído depois de uma votação dos jornalistas de jornais do Algarve.
Claro que os jornais são todos da mesma pessoa. Ah... e claro que essa pessoa é do PSD. Mas isso não interessa nada, lol ;)

Coisas!!!

Aninhas disse...

Swadharma...

Autarca do ano??? Não tarda é eleito o 6º autarca mais sexy do país :-p

Bjx

Swadharma disse...

6ª autarca mais sexy não direi... mas o sósia mais parecido com o Quim Barreiros e, simultaneamente, com o Saddam... acho que tinha boas hipóteses =P

*

Aninhas disse...

Swadharma...

Olha que nunca me tinha ocorrido tal coisa... Mas, realmente, têm as suas semelhanças :-p

Bjx