quarta-feira, março 10, 2010

Chateei-me e pronto...


E quando me chateio sai disto.

Não foram poucas as vezes que me candidatei à oferta de emprego de livreira de uma conhecida editora e detentora e várias lojas por este Portugal fora. Na verdade, foram tantas que até já lhes perdi a conta. De todas as vezes que via a oferta no site, lá ia eu enviar o meu CV. No entanto, a perserverança e insistência nem sempre dá frutos, infelizmente. O velho ditado "àgua mole em pedra dura, tanto bate até que fura" não se aplica aqui.

Nem mesmo depois de fazer uma pequena trafulhice (a que falei aqui), que até não foi nada de mais (alterei a morada só isso, não fossem eles não me chamar por não morar mesmo na cidade), fui contactada. Nada, nicles, batatóides, niente, nothing.

Por isso hoje resolvi enviar um mail à dita editora/livraria a perguntar o porquê de não ser seleccionada.

Mandei o seguinte:

"Bom dia Exmo (a) Sr. (a),

Escrevo-vos este mail com finalidade de obter algumas respostas e explicações sobre as candidaturas a livreiro.

Não foram raras as vezes em que me candidatei para esta função nestes 3 anos em que procuro emprego. Sempre que abre uma vaga na área de Viseu, lá estou eu a enviar o meu CV.

No entanto de nada tem servido pois nunca fui chamada, mesmo preenchendo a maior parte dos requisitos. De forma a que possa esquecer este assunto, gostava bastante de saber o porquê de nunca ter sido seleccionada. Se é porque não moro mesmo na cidade onde têm a vossa livraria, se é porque sou licenciada (se bem que como pedem o 12º ano no mínimo subentende-se que a habilitação máxima exigida é licenciatura) ou se é porque, simplesmente, não tenho experiência profissinal de atendimento ao público.

Gostava que me explicassem o porquê, de forma a saber se vale a pena continuar a tentar ou se é melhor desistir, visto que nunca sou contactada.

Sem outro assunto,

Com os melhores cumprimentos,

Aninhas"

E pronto, desabafei. Porque acho que temos o direito de saber o porquê de não sermos contactados ou seleccionados ou escolhidos. Afinal de que outra maneira podemos preencher as lacunas, se as houver e se forem possíveis de corrigir? Agora se eles me respondem já é outra história...

10 comentários:

Diabo de Mulher disse...

fizeste muito bem!

Aninhas disse...

Diabo de Mulher...

Ver se eles se digam a responder.

Bjx

Lia disse...

pior que receber um Não é não receber resposta nenhuma e não saber porquê! Acho que fizeste mesmo muito bem!

Aninhas disse...

Lia...

Pois, receber um Não já é mau, mas não receber resposta nenhuma é bem pior, pois andamos sempre a matutar naquilo.

Bjx

Saga disse...

Fizeste tu muito bem, agora se eles não dizem nada é porque não têm qualidade como empregadores.

**

Aninhas disse...

Saga...

O mais provável é responderem algo sem pés nem cabeça...

Bjx

Soinita disse...

Genial! ;)

Luz disse...

Foi uma boa atitude, vamos ver se respondem!!

bjinho

Aninhas disse...

Soinita...

Não sei se foi genial mas... :)

Bjx

****

Luz...

Responderam :P

Bjx

Edson Guimarães Silva disse...

De fato o deabafo não resolveu a contenda, mas ao menos lhe trouxe alivio e tirou dos seus ombros a responsabilidade, afinal de contas, agora são eles que tem a responsabilidade de responder e não você. E é claro, não desista.