quinta-feira, abril 29, 2010

Coisas que não entendo... # 9


Supostamente, dizem que o país está em crise. Dizem que devemos apertar o cinto. Dizem que o desemprego está a subir em flecha. Dizem que é preciso congelar os salários. Dizem que é preciso cortar as despesas da saúde e da educação. Dizem que é preciso aumentar o IVA e os impostos. Dizem que é preciso tudo isto para tentar fazer o país sair da crise em que, supostamente, se encontra. Mas depois gastam-se 20 milhões de euros na requalificação do Terreiro do Paço e 200 mil euros na construção de um altar (valor este pago pelo Patriarcado de Lisboa através de donativos feito por fiéis ou mecenas). E tudo isto por causa de quê? Da visita do Papa, de um homem como tantos outros, cuja única diferença é viver rodeado de luxos e requinte, que veste roupas de seda e usa sapatos Prada.

A estas contas somam-se as despesas das viagens de avião entre Roma e Portugal, entre Lisboa e Fátima, assim como as despesas em segurança e tudo o mais que envolve uma visita destas (fabrico de medalhas em ouro e prata, bandeirolas, t-shirt's, cachecóis e outros souvenirs). Dinheiro esse que, maioritarimante, sairá dos nossos bolsos, dos impostos que muitos de nós pagam. Sinceramente, não consigo entender como o Governo é capaz de dizer que não há dinheiro para X e Y, quando depois há dinheiro de sobra para Z. Sendo que Z é um gasto perfeitamente dispensável e desnecessário.

17 comentários:

Saga disse...

Concordo plenamente. Não entendo tanta obsessão por causa da vinda do Papa a Portugal. Ainda se fosse para lhe pedir que injectasse dinheiro na nossa economia, eu entendia. Assim, não percebo...

**

Aninhas disse...

Saga...

Injectar dinheiro na nossa economia?? Ele injecta dinheiro é em lojas de roupa e sapatos caros. Isso sim...

Bjx

Suspiro disse...

E acrescento a tudo o que referiste a tolerância de ponto para a função pública! Não percebo, a sério! Vão ser quase 2 dias com produtividade 0... ;)

Aninhas disse...

Suspiro...

Era para falar disso quando comecei a escrever o texto, mas no decorrer da escrita passou-me. :) Mas frisaste aqui o facto e frisaste muito bem...

Bjx

Melodia disse...

enfim... tmb nao entedo esta asafama com o papa. eu sou crente mas confesso que na vista das coisas simples Ele nao queria isto... ja agora porque nao houve nada disto com o outro papa. o que tem este papa de mais especial que o outro.. so porque se negou de vir ca mais de uma vez e agora que ca vem querem adoçar-lhe a boca pra voltar cá????!!! nao entedo e alem disso despenso bem a visita dele.. a mim nao me diz nada... e o governo esse enfim sem coments porque nunca ha dinheiro pras reformas nem pra aumentar salarios nem pra poder de compra pro ze povinho.. mas pros que la estao dentro ha milhoes pra gastar em coisas sem interesse nenhum... é em aeroportos novos, é que nos ate somos um pais com que recebe mta gente enfim... é o tgv so pra chegar mais facilmente a lisboa e afins enfim... nao entendo... e ha tantas outras coisas com maior prioridade e fechasse sempre os olhos...

desculpa o testamento mas tudo isto mexe cmg.. nao entendo.. apetece-me sair daqui e deixar de dizer que sou orgulhosamente portuguesa porque tnh me sentido envergonhada de o ser.....

beijocas aninhas e desculpa mais uma vez...

Aninhas disse...

Melodia...

Não tens nada que pedir desculpa. Tu escreve para aqui o quiseres, estás à vontade. É para isso mesmo que serve a caixa de comentários.

Juro-te que já por muitas vezes, senti vergonha de viver neste país. Gastasse fortunas em novas estradas, em aeroportos, em estádios etc e tal, mas para aumentar o salário, as reformas, entre outras coisas nunca há dinheiro. É vergonhoso!!!

Bjx

Olhos Dourados disse...

Havia de se cortar em despesas como essas e outras que tais.

Aninhas disse...

Olhos Dourados...

Pois!!!

Bjx

S* disse...

Como diz o Cromo, poupa-se na farinha e gasta-se no farelo.

S* disse...

Como diz o Cromo, poupa-se na farinha e gasta-se no farelo.

*C*inderela disse...

Só não há dinheiro para o que interessa verdadeiramente. Se estivessemos muito mal não andavamos a desperdiçar dinheiro com eventos desses e muito menos emprestavamos não sei quantos milhões para a Grécia visto estarmos quase na mesma situação!!! Afinal sempre temos dinheiro.

Bjokas ****

im disse...

Totalmente de acordo.

E depois não compreendo também, como estando nós em crise, como sendo nós pouco produtivos, ainda vão dar tolerância de ponto no dia da visita do Papa aos funcionários publicos. É incompreensivel, é gozar connosco...

Se pensar um bocado se calhar até é compreensivel afinal a maioria dos funcionários publicos nada produz...pronto existem aqueles que fazem alguma coisa...não comecem já a atirar-me pedras!

Beijinhos

Aninhas disse...

S*...

Pois.

Bjx

****

*C*inderela...

Pois, ainda há essa da Grécia. 73 milhões de euros, se não me engano.

Bjx

****

Im...

Pois, ainda há a tolerância de ponto.

Bjx

CristianaC disse...

Pelo que em tempos me contaram a nossa religião supostamente regia-se pela humildade e desapego do materialismo, mas o Papa nem de longe é o melhor exemplo...
Acho que antes de o Governos fazer todas estas despesas, que claro que acho desnecessárias, a religião católica devia evidenciar outros valores bem mais importantes do que aceitar visitas do Papa onde se tira o pão ao pobre para dar sapatos prada .b

Beijinho*

medeixagozar@ disse...

Então a tolerância de ponto é inaceitável...

Bjs,
http://medeixagozar.blogspot.com/

Cromo disse...

Pior é o que se vai gastar em segurança nas escolas e infantários.
É que com esse panisgas e toda a comitiva por perto, nenhum cu com menos de 18 anos, vai estar em segurança.
;-)

Aninhas disse...

CristianaC...

Já vai longe o tempo em que os padres e membros da igreja praticavam a humildade e viviam em total desapego pelas coisas materias. Agora a história é outra...

Bjx

****

medeixagozar@...

Mesmo inacentável.

Bjx

****

Cromo...

Que mau... :P

Bjx