sábado, maio 09, 2009

Publicidade exagerada...


Hoje é este o meu tema: Publicidade exagerada na televisão.

Todos os dias somos bombardeados com anúncios publicitários quase ininterruptamente. De manhã à noite vemos, vezes sem conta, os mesmos anúncios: champôs, cremes, café, medicamentos… champôs, cremes, café, medicamentos. Um círculo que dá cabo da paciência a muitas pessoas. (a mim pelo menos dá)


Quem é que estando entretido a ver um filme ou um documentário já não foi interrompido por uma infindável sucessão de anúncios? Lá vamos nós mudar de canal, ver se o tempo passa mais depressa e recomeça o programa que estávamos a ver, e o outro canal também se encontra a passar publicidade. Quem já não desistiu de um filme ou algo que queria muito ver, apenas porque não tinha paciência para esperar que o intervalo (agora quase de 30 minutos) terminasse? Eu já, muitas vezes.


Segundo a Marktest, em Dezembro de 2006, foram 60508 as peças publicitárias passadas nos ecrãs da RTP1, RTP2, SIC e TVI, considerando todos os tipos de publicidade à excepção das auto-promoções dos canais. Este montante equivale a uma média diária de 488 inserções de publicidade por canal.


No que concerne à duração dos spots publicitários, durante o ano de 2006, esta foi em média de 28 segundos. Por canais, verificou-se que, em 2006, a duração média dos spots subiu em todos os canais, à excepção da TVI, cujo valor se manteve inalterado face ao mesmo período de 2005. Na SIC foi onde se observou maior aumento na duração média destes spots, passando de 23 para 28 segundos.


Em suma, em 2006, RTP1, RTP2, SIC e TVI emitiram cerca de 5300 horas de publicidade, de acordo com os dados da MediaMonitor. 5300 horas! Não será um pouco de mais?


Sinceramente, apesar de ser formada na área de marketing, não consigo perceber qual a estratégia que recentemente tem vindo a ser seguida pela maioria das televisões portuguesas. Tantos anúncios seguidos só fazem com que os espectadores se chateiem e mudem de canal ou, simplesmente, desliguei a televisão. Sei que a publicidade tem o objectivo de nos informar sobre os produtos ou serviços que há no mercado, mas pergunto: acreditam sinceramente que é possível apreender alguma coisa quando, num único intervalo, vemos mais de 20 spots seguidos? Não, não conseguimos. Ao fim do 3 ou 4 anúncio o nosso cérebro desliga. É informação demais para processar de uma só vez. Em vez de nos levar a comprar, este exagero, tem exactamente o efeito contrário. Vou dar-vos um exemplo. Actualmente tem passado muito o anúncio da Compal (aquele em que a rapariga deixa cair a toalha). A música até pode ser animada, mas, honestamente, o anúncio já chateia. Em 20 minutos é capaz de passar umas 5 vezes.


Isto aliado ao facto de o som, durante os intervalos aumentar substancialmente, só dá vontade de partir a televisão.
Só espero que os publicitários e responsáveis de marketing das empresas se apercebam dos erros que estão a cometer e parem com este exagero. É que, às vezes, o que é demais chateia, e muito!!!

1 comentário:

Spiral Out disse...

Não sei se sabes, mas essa cena do volume dos anuncios ser mais alto é mesmo por técnica de produção ao nivel da publicidade..

Comigo não vão a lado nenhum.. Vejo pouca TV, e quando vejo, no momento em que passam anuncios eu descolo completamente.. lol