terça-feira, junho 02, 2009

Livro de instruções, por favor!


Quem de nós mulheres nunca ouviu esta frase ao longo da vida? Eu já, muitas vezes.

Nós mulheres somos complicadas, não adianta dizer que não. Somos tão complicadas, que nos custa horrores admitirmos que o somos. Oscar Wilde dizia: “sou tão esperto que, às vezes, nem eu me entendo”. Nós dizemos: “sou tão mulher que, às vezes, nem eu me entendo”, o que é sempre bom! Pois se nem nós nos entendemos que fará os outros…

As mulheres são dramáticas por natureza. Choramos por tudo e por nada. Choramos por causa de um filme, choramos se virmos um cãozinho abandonado na rua, choramos por que está a chover, choramos porque está sol e choramos porque nos apetece. E quando estamos naquela fase do mês? Aí não choramos… aí os nossos olhos são uma autêntica cascata! Choramos somente porque dissemos “amo-te” a alguém e esse alguém responde “eu sei”. É sempre uma boa resposta convínhamos! (e atirar-lhe com um prato na cabeça uma óptima solução) Claro que 5 minutos depois de tanto choro já estamos aos berros, chateadas e insuportáveis, mas isso não interessa para nada. A culpa não é nossa, é daquela fase parva do mês.

Somos frequentemente chamadas de inconstantes. Numa hora queremos uma coisa, mas na hora seguinte já queremos outra. E os homens desgraçados, vêm-se à rasca para descobrir o que raio queremos nós afinal.

Agora a pergunta de uma milhão de euros… O que querem as mulheres? Nada mais simples. As mulheres são muito ambiciosas e, logo, querem tudo. Queremos sempre mais e nunca estamos satisfeitas. Queremos só que vocês sejam esse tudo: o querido, o amigo, o bad boy, o homem que ajuda em casa e o homem bárbaro que não faz nada. Queremos que andem em cima de nós a dizer-nos que somos lindas e maravilhosas, mas também queremos que às vezes sejam um pouco inacessíveis para que sejamos nós a iniciar a arte de sedução. Queremos opostos e coisas que não fazem sentido. Olha, é a vida!

No entanto, apesar da nossa constante inconstância, queremos acima de tudo que vocês sejam felizes, e que a causa dessa felicidade sejamos nós. O problema é que muitas vezes vocês homens não reparam nas pequenas coisas. Não reparam quando temos sempre em casa a vossa bebida preferida, quando compramos a marca de bolachas que vocês tanto gostam, ou aquele chocolate que adoram, quando vemos futebol convosco e nos esforçamos para perceber que raio se está a passar no ecrã, entre outras coisas. Mas pronto, os homens são um bocadinho despistados no que refere aos pormenores… Mas nós damos-vos um desconto, ou dois, ou três, ou um milhão… Não interessa!!!

Agora homens, não tentem discutir connosco quando temos a certeza que temos razão, pois não adianta. O máximo que conseguem é uma semana de abstinência sexual, uma semana a dormir no sofá e uma bela dor de costas devido a isso. Mesmo que não tenhamos razão não discutam… é melhor para vocês e acreditem que só penso no vosso bem! ;-)

1 comentário:

Saga disse...

Acho que não vale a pena tentares explicar, hoje, como são as mulheres, já que, amanhã, terás outra opinião...